Dança.jpg

Muitas canções, danças e tradições do Sairé foram deixando de existir ao longo do tempo. Algo natural em manifestações da Amazônia, mas que no caso do Sairé tem motivos peculiares. Os relatos das gerações mais antigas apontam que muito do que se perdeu foi consequência dos 30 anos de proibição da festa. Esse fato alterou completamente a dinâmica das relações da Vila e também da continuidade da festa, que passou a incorporar novos elementos e a abandonar os antigos.

Aqui, vamos destacar alguns elementos que estão guardados somente na memória de alguns e materializado em algumas fotografias antigas.

CRUZADOR TUPI | CORDÃO DE PÁSSARO “PIPIRA BRASILEIRA”

VALSA PONTA DO LENÇO | CURIMBÓ

© Fotos de acervo